espaŮol portuguÍs english email
Tapau√°: 50 anos construindo Igreja e Sociedade
Março 2016

Historia e atualidade da Paróquia de Santa Rita: As prioridades pastorais

No século XXI: a evangelização da política e a presença social

No ano 2007 a X Assembleia Geral tratou um espinhoso tema que n√£o podia mais ser adiado: a evangeliza√ß√£o da pol√≠tica e a confirma√ß√£o de uma Igreja, voz dos pobres e den√ļncia prof√©tica do abuso do poder. Um trabalho met√≥dico, especializado e causa segura de tens√Ķes. A proposta se centrava na den√ļncia da corrup√ß√£o; a forma√ß√£o da cidadania; e o desenvolvimento sustent√°vel. Em nenhum dos tr√™s campos iria ser caminho de rosas.

Se usa um buscador de not√≠cias para saber o que se fala de Tapau√°, o leitor encontrar√° com uma porcentagem alt√≠ssima de not√≠cias sobre corrup√ß√£o, viol√™ncia pol√≠tica, mau uso dos fundos p√ļblicos. Mais ainda, numa busca de imagens, a primeira que aparece √© a casa do prefeito de Tapau√° em chamas depois de que manifestantes lhe atearam fogo, em novembro de 2013.


A casa do prefeito de Tapau√°, incendiada por manifestantes.


Esta tens√£o tem acompanhado Tapau√° desde os primeiros tempos. E os religiosos n√£o tem estado isentos desta viol√™ncia. Uma das caracter√≠sticas dos Agostinianos Recoletos em Tapau√° na sua chegada foi, de fato, sua interven√ß√£o pol√≠tica. Obedeciam mais a impulsos pessoais que alguma instru√ß√£o da Prelazia; talvez uma voca√ß√£o pessoal de Vict√≥rio Henrique Cestaro. Este apoiou diretamente a candidatos em elei√ß√Ķes e na volta de suas viagens encontrava os ‚Äúefeitos secund√°rios‚ÄĚ da a√ß√£o pol√≠tica: fofocas, amea√ßas, tens√£o com os ‚Äúadvers√°rios‚Ä̂Ķ

Na campanha de 1963, uma das anedotas a protagonizou o religioso Saturnino Fernández, quem durante um dos matinês, mostrou desacordo com o candidato que discursava, pondo-se um sapato sobre as pernas, imitando o gesto de Nikita Jrushchov na ONU.

Desde seus primeiros informes, os religiosos falam da corrup√ß√£o pol√≠tica: “Tamb√©m se comentava entre os bastidores que o pec√ļlio e os interesses econ√īmicos pessoais prejudicavam o tesouro p√ļblico”. At√© nossos dias, Tapau√° tem sido um dos munic√≠pios mais castigados por problemas de corrup√ß√£o, viol√™ncia pol√≠tica mais ou menos contida, elei√ß√Ķes com resultados incertos... E os religiosos tem sido, com frequ√™ncia, vozes de den√ļncia.

Em 1964, e depois de que ganhasse o candidato que haviam apoiado, os dos agostinianos recoletos em Tapau√° receberam encargos pol√≠ticos no √ďrg√£o Municipal de Ensino de Prim√°rio (OMEP): Nowacki foi nomeado diretor e Cestaro secret√°rio. Ap√≥s sete meses, ambos se demitiram, decepcionados por n√£o poder cumprir nenhum dos planos que acreditavam necess√°rios.

Mais interessante foi a situa√ß√£o nas elei√ß√Ķes de novembro de 1968, nas quais um dos religiosos, En√©as Berilli, foi candidato a prefeito, sem fazer campanha, e desde o princ√≠pio dado por vencedora a outra candidatura. O novo governo, advers√°rio da candidatura dos religiosos, nomeou a Cestaro encarregado do Servi√ßo Municipal de Estradas. Renunciou em 1970, coincidindo com sua sa√≠da definitiva da comunidade. Deixou a vida religiosa e se dedicou √† pol√≠tica e a advocacia; foi eleito vereador em Manaus entre 1977 e 1982.

Durante os anos 70, 80 e 90 a a√ß√£o pastoral cotidiana levava com frequ√™ncia as queixas dos religiosos sobre a falta de a√ß√£o das autoridades p√ļblicas na zona rural, assim como o estado da aten√ß√£o sanit√°ria ou da educa√ß√£o. Algum religioso fez den√ļncias, mais concretamente sobre a forma de tratar os ind√≠genas. Mas em geral, foram anos de calma.

O século XXI tem trazido um expressivo agravamento da situação. Em 2010 os informes dos religiosos descrevem assim a situação política:

Atual sede da Prefeitura de Tapau√°.

“Em outubro de 2008 se celebraram as elei√ß√Ķes municipais. Antes de tomar posse, o candidato ganhador foi preso porque tinha diversas acusa√ß√Ķes da justi√ßa. O segundo candidato assumiu a prefeitura, mas pouco depois teve que esconder-se no mato com o anterior prefeito, que o apoiou na campanha, porque foi dada uma ordem de deten√ß√£o contra os dois. O terceiro candidato esteve somente algumas horas. J√° no final de 2009, tomou posse como prefeito o presidente dos vereadores; depois foi prefeito o vice-prefeito do que tinha fugido para o mato; seguidamente o que se escondeu no mato tomou posse da prefeitura e agora, nestes momentos, o prefeito √©, de novo, o presidente dos vereadores. Amanh√£ ningu√©m sabe... Quem sofre √© o povo porque quase tudo est√° parado”.


Em 2013, as coisas não têm melhorado muito:

“F√ļria em Tapau√°. Esse foi o t√≠tulo do jornal amazonense Em Tempo, de 16 de novembro. Refletia o que tinha acontecido o dia anterior. Fam√≠lias e funcion√°rios municipais se sentem humilhados pela administra√ß√£o local: meses de sal√°rios atrasados, promessas n√£o cumpridas, coment√°rios irritantes... Fizeram algumas pessoas invadir a Prefeitura, destruindo computadores, documenta√ß√£o e parte da infraestrutura. Depois foram √† casa do prefeito, que dificilmente √© visto na cidade e estava em Manaus, e atearam fogo √† casa, destruindo-a totalmente! A partir de agora, o povo espera respeito e melhorias, mesmo que haja desentendimentos na conviv√™ncia e nas consequ√™ncias dos m√©todos destrutivos utilizados. Nestes momentos Tapau√° est√° na expetativa”.


A sensibilização sociopolítica dentro da evangelização se dá de um modo transversal, mediante o ensino de valores. Passeata contra os abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes em Tapauá, com presença dos alunos do Centro Esperança.

Em 2015 os funcionários locais levam quatro meses sem receber e há um enfrentamento e inimizades entre o prefeito e o juiz. O legislativo não tem procedido a pedir o fim do mandato de prefeito porque, segundo se diz na rua, oito dos doze vereadores com capacidade de voto tem recebido 50.000 reais (o salário mínimo é de 788) para impedir essa obrigada destituição.

Desde aquela d√©cima Assembleia, a Igreja trabalha na sensibiliza√ß√£o e forma√ß√£o sobre direitos e cidadania, ajudando a exercer a press√£o sobre as autoridades. Um dos √™xitos mais not√≥rios tem sido a prote√ß√£o da popula√ß√£o aut√≥ctone de Abufar√≠. Uma lei federal preservava esta reserva biol√≥gica frente aos depredadores estranhos, mas tamb√©m a popula√ß√£o local (2.000 pessoas) ficava condenada √† inani√ß√£o, pela proibi√ß√£o de pescar, plantar ou ca√ßar. Conseguiu-se que um senador da Rep√ļblica visitasse Tapau√° e mudasse para reserva extrativista e assim garantir a subsist√™ncia da popula√ß√£o local e a convertesse em guardi√£ da riqueza ecol√≥gica frente √†s agress√Ķes externas.

Na sede do município, os religiosos têm tentado estabelecer a paz, colaborar para que a violência não seja a maneira de exercer a política. Incansavelmente, durante décadas, trabalham para que o povo aprenda a castigar o mau governante nas urnas, e para que erradique seu mau costume de vender-se facilmente a troco de presentes ou promessas dos candidatos.



Historia e atualidade da Paróquia de Santa Rita. As prioridades pastorais:
Outras importantes a√ß√Ķes pastorais


menu portada noticias reportajes agenda documentos nosotros material gr√°fico misiones escribenos intranet Entra y ver√°s
Agostinianos Recoletos. Província de São Nicolau de Tolentino. Paseo de la Habana, 167. 28036 -Madrid, Espanha. Fone: 913 453 460. CIF: R-2800087-E. Inscrita no Registro de Entidades Religiosas do Ministério de Justiça, número 1398-a-SE/B. Política de privacidade.
Busca.