espaŮol portuguÍs english email
Tapau√°: 50 anos construindo Igreja e Sociedade
Março 2016

Isidoro Irigoyen.

A comunidade de Boca de Tapauá ou Foz de Tapauá, era a maior antes da criação da nova cidade; mas todos os anos se inunda e a maior parte de seus habitantes vive em casas flutuantes.

Historia e atualidade da Paróquia de Santa Rita: Nasce a Paróquia de Santa Rita

Os Agostinianos Recoletos chegaram ao Purus em 1925, dentro de sua grande expansão de início do século XX. Lábrea é a população mais importante do médio Purus e sede episcopal da Prelazia que leva seu nome, e que compreende a paróquias de Lábrea, Canutama, Pauini e Tapauá. Após estabelecer-se em Lábrea, residiram de forma permanente em Canutama desde 1942. O que hoje é Tapauá era visitada pelos missionários uma vez por ano, desde Canutama, dentro das chamadas visitas de desobriga.

A palavra desobriga significa “liberta√ß√£o das obriga√ß√Ķes”, e faz refer√™ncia a que os crist√£os, na regi√£o, somente tinham uma possibilidade ao ano, de cumprir com os mandamentos da Igreja. Era quando o mission√°rio visitava o lugar, durante um per√≠odo de menos de 24 horas, celebrava a Eucaristia, os casamentos dos novos c√īnjuges, os batizados dos nascidos naquele ano, etc.

O primeiro grande sistema evangelizador do território de Tapauá foi implantado pelo Agostiniano Recoleto, Isidoro Irigoyen (1915-1985), pároco de Canutama durante 23 anos. A partir de 1943 organizou as desobrigas de forma sistemática e com periodicidade anual na região, que antes era visitada de forma ainda mais precária, desde Lábrea, dada a imensidão do territorial da Prelazia.

Houve um momento que esta situa√ß√£o j√° n√£o satisfazia mais. Tapau√°, organizada como um novo munic√≠pio, crescia com for√ßa. Em 1960, primeiro censo oficial, tinha 8.024 habitantes, e 95% deles vivia na zona rural. Na sede do munic√≠pio a popula√ß√£o era de 422 pessoas. Um fator a mais veio a exigir algumas medidas da Igreja Cat√≥lica: a presen√ßa de mission√°rios estrangeiros protestantes, de uma forma permanente, com o apoio de grandes comerciantes locais que assumiam seus gastos da estadia. A aus√™ncia de religiosos cat√≥licos deixava essas popula√ß√Ķes nas m√£os de outras igrejas.

Assim descrevem os religiosos, no seu primeiro informe escrito de 1962, o município de Tapauá que, naquela época, já chegava aos 10.000 habitantes:

“Tapau√° j√° √© um n√ļcleo populoso, com intensas atividades regionais e uma organiza√ß√£o pol√≠tica semelhante aos demais munic√≠pios do Amazonas. Infelizmente, nossa Prelazia n√£o tem podido atender convenientemente esta imensa regi√£o, a n√£o ser por meio das santas desobrigas, que em realidade tem sido muito espa√ßadas cronologicamente, devido √† escassez de sacerdotes. (‚Ķ) H√° necessidade urgente da presen√ßa de um mission√°rio no lugar, de forma permanente”.


Hoje a paróquia de Tapauá inclui 234 comunidades compreendidas desde Santana de Supiã (Beruri) no norte, até Caratiá, no limite com Canutama. As comunidades menores e isoladas estão em lagos e afluentes do Purus; algumas com um acesso muito difícil quando as águas estão baixas. As 40 maiores, geralmente situadas no Purus e acessíveis durante o ano todo, têm comunidade de base católica, escola de Ensino Fundamental e gerador elétrico, algumas horas por dia. Somente na sede municipal há Ensino Fundamental e Médio; hospital e energia elétrica permanente, mas sujeita a frequentes cortes de abastecimento por falta de combustível ou por defeitos.

Jack David Collyns Walkey, ‚Äúpastor Jacques‚ÄĚ, o dia de seu casamento com uma mission√°ria evang√©lica brasileira.

Wilbur Pickering vivia na aldeia indígena com toda sua família.

Uma área de forte implantação protestante

A sede do novo município se construiu numa comunidade, onde um pastor protestante estrangeiro, exercia sua missão de forma permanente, apoiado por comerciantes locais. Mas antes disso, já houve ação de missionários evangélicos no território de Tapauá.

Em 1950 nasceu a primeira comunidade da Igreja Assembleia de Deus no lago Panelão. Era a terceira comunidade da Assembleia de Deus criada no Estado do Amazonas: a primeira havia nascido também no Purus, em Lábrea. Ismael Santana, o pastor que fundou a Igreja do Panelão, percorria com sua canoa desde as comunidades de Beabá até Abufari; até hoje muitas dessas comunidades rurais são quase que exclusivamente evangélicas.

Um dos primeiros mission√°rios estrangeiros foi Jack David Collyns Walkey. Engenheiro brit√Ęnico, chegou √† Boca de Ipixuna por meio de Milton Rosas, comerciante que mesmo que tenha tentado a pol√≠tica, nunca conseguiu o apoio das urnas. Ao principio Walkey dirigia os cultos numa das casas flutuantes ancoradas no Ipixuna. Em 1960 construiu uma casa de dois andares, com uma sala num andar inferior destinada aos cultos evang√©licos e, no andar superior, sua resid√™ncia. O n√ļmero de fieis cresceu; ele projetou e iniciou a constru√ß√£o de um templo da Igreja Congregacional. Tamb√©m pelo seu trabalho se fundou posteriormente a Igreja da Paz.

O “pastor Jaques”, como era conhecido em Tapau√°, prestou diversos servi√ßos ao rec√©m-criado munic√≠pio. A ele se deve a medida e delimita√ß√£o do munic√≠pio em 1959, e em 1977 a primeira pista aqu√°tica para os hidroavi√Ķes no Purus. Em 1985 se trasladou ao sul do pa√≠s, recebendo antes o t√≠tulo de Cidad√£o Honor√≠fico de Tapau√°. Continuou pregando em S√£o Jos√© dos Campos, S√£o Paulo, onde fundou a Igreja Batista da Gra√ßa, no Jardim Morumbi e colaborou com a Editorial Fiel. Manteve aberto um blog at√© seu falecimento, em abril de 2012.

Por outro lado, Wilbur Pickering e sua esposa, membros de um grupo protestante intereclesial, viviam com os índios Apurinã na aldeia São João, junto à sede do município. Seu projeto buscava traduzir a Bíblia em todas as línguas indígenas. Pickering conta sua história numa entrevista publicada em internet (a partir do minuto 3:20). Permaneceu em Tapauá até 1972.

Em 1963 um casal começou a conviver com os Jamamadi, no rio Piranhas, e mantiveram contacto com os Juma. Desde 1965 houve a presença protestante no alto Cunhuã, numa maloca do povo Deni. A estadunidense Judy King e a escocesa Catherine Baerdour se estabeleceram perto da aldeia Apurinã de Tauamirim em 1975; e houve outros casos com o povo Paumari.

A chegada da Assembleia de Deus na sede do município foi em 1968, quando a Igreja Católica já contava com uma comunidade de religiosos há cinco anos. Uma residência privada foi o primeiro local da reunião da Assembleia, a que mais adeptos tem hoje entre as não católicas. Dia 30 de março de 1970 iniciou a construção de seu primeiro templo sob a direção do pastor José Gomes da Silva. Logo se foram estendendo nos bairros.

Igreja evangélica em Tapauá.

As igrejas evang√©licas continuam crescendo; H√° diversifica√ß√£o e pluraliza√ß√£o; igrejas para todos os gostos, necessidades e pessoas; uma multiplica√ß√£o constante. Acontece um cont√≠nuo tr√Ęnsito de fieis de umas para outras, segundo as necessidades imediatas que a pessoa sente: sa√ļde, prosperidade, felicidade... Uma de suas caracter√≠sticas, √© o enganche nos sentimentos e car√™ncias do povo.

Oferecem cultos muito emotivos, pouco ou nada racionais, e √† frente costuma haver pessoas carism√°ticas com atrativo, nem sempre com forma√ß√£o; contam com meios de comunica√ß√£o em todo o pa√≠s e prometem, sem nenhuma vergonha, a salva√ß√£o, a riqueza, a felicidade, a cura, as rela√ß√Ķes perfeitas‚Ķ Tem grande for√ßa econ√īmica, algumas organizadas como aut√™nticos neg√≥cios sem pagar impostos pela lei de prote√ß√£o religiosa.

Quando podem constroem grandes templos, cheios de comodidade e atrativo visual e sonoro, como se fossem centros comerciais ou teatros. Não costumam assumir projetos de desenvolvimento nem participam em movimentos sociais, mas sim, entram na política partidária e eleitoral com seus candidatos, para dominar os governos e se aproveitar estrutural e economicamente.

Hoje em dia na parte urbana de Tapau√° existem 15 igrejas e 33 templos. A Igreja Cat√≥lica tem seis templos. Entre as evang√©licas est√° a Assembleia de Deus (11 templos), Assembleia de Deus Tradicional (3), Igreja Adventista do 7¬ļ Dia (3), Igreja do Evangelho Pleno Miss√£o Coreana (3), Assembleia de Deus Madureira (2), e com um templo por cada uma de elas, Assembleia de Deus Minist√©rio de Bel√©m, Assembleia de Deus Congrega√ß√£o Crist√£ do Brasil, Igreja Batista da Conven√ß√£o, Testemunhas de Jeov√°, Igreja Deus √© Amor, Igreja Presbiteriana, Tabern√°culo da F√©, Igreja Pentecostal Unida de Brasil, Igreja da Paz, Igreja Deus Forte e, a mais nova, Igreja Gera√ß√£o Prof√©tica (30/01/2014).

Entre as pentecostais h√° grandes diferen√ßas, e costumam arrogar-se a exclusividade da salva√ß√£o. Unem-se na cr√≠tica e condena√ß√£o aos cat√≥licos. Mas, j√° existem segundas gera√ß√Ķes evang√©licas sem compromisso e se pode falar de ‚Äúevang√©licos n√£o praticantes‚ÄĚ. N√£o h√° templo nem pessoas que se reconhe√ßam n√£o Crist√£os, mesmo que nem todas as igrejas neopentecostais seriam propriamente crist√£s, segundo as conven√ß√Ķes comuns do CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Crist√£s), onde participam as Igrejas: Cat√≥lica, Luterana, Anglicana, Presbiteriana Unida e S√≠ria Ortodoxa.

Segundo os dados do Anuário Católico da Santa Sé, na Prelazia de Lábrea os Católicos representavam o 85% da população em 1949; em 2013, o eram 78,5%, com uma subida de meio ponto a respeito a 2004 (78,0%).

Católicos sem pastores

Um dos principais problemas da Igreja Católica na Prelazia de Lábrea tem sido a falta de sacerdotes e religiosos com presença contínua nas comunidades. Nem sequer as leis próprias da Ordem dos Agostinianos Recoletos, que falam expressamente de um mínimo de três religiosos em cada comunidade, se têm cumprido por falta de pessoal.

Em Tapauá isto tem tido especial incidência, pois as mudanças dos membros da comunidade tem sido frequentes. Nestes 52 anos de presença em Tapauá tem passado um total de 39 religiosos por essa comunidade, com uma média de permanência de 30 meses, dois anos e meio. A percentagem de 46% (18) tem estado menos de dois anos, tempo mínimo para aprender o idioma, aclimatar-se, conhecer o povo e ter uma ação pastoral mais intensa e eficiente.

Desde o Concilio Vaticano II, quando se d√° ao leigo a oportunidade real de um servi√ßo integral e comprometido na configura√ß√£o de Igreja e na celebra√ß√£o lit√ļrgica, tamb√©m tem faltado leigos suficientemente formados para dirigir as comunidades de base, especialmente nas zonas rurais. E quando j√° estavam formados, se eram mais jovens, muitos acharam que n√£o tinham futuro no seringal e partiram para outros lugares buscando melhores perspectivas de vida.



Capela da comunidade rural de Três Bocas na época de chuva.

Religiosidade popular

Fora das desobrigas, até os primeiros anos da década de 80 do século XX, a vida espiritual destes católicos se reduzia às festas dos padroeiros e a vida de fé na intimidade da família. Em quase todas as residências, especialmente nas rurais e em comunidades sem capela, havia altares com imagens de santos católicos, que os religiosos abençoavam durante suas visitas. As famílias rezavam novenas e ladainhas e as rezadeiras dirigiam a oração.

Essa viv√™ncia tinha ra√≠zes profundas na religiosidade popular do nordeste do Brasil, lugar de proced√™ncia das fam√≠lias. Uma das pr√°ticas mais habituais s√£o as promessas, algo assim como a vers√£o espiritual da economia de troco: o fiel faz um pedido ao santo e promete que, no caso de cumprir-se, far√° tal ou qual a√ß√£o. As promessas mais comuns se faziam nos momentos do parto, e o ‚Äúpagamento ‚ÄĚ era colocar na crian√ßa o nome do santo protetor. Mas havia outras promessas como ir de joelhos peregrinando a Igreja Matriz, doa√ß√Ķes e esmolas, ora√ß√Ķes especiais, visita algum sacerdote para rezar juntos‚Ķ



Historia e atualidade da Paróquia de Santa Rita
E os Agostinianos Recoletos se fazem tapauaenses


menu portada noticias reportajes agenda documentos nosotros material gr√°fico misiones escribenos intranet Entra y ver√°s
Agostinianos Recoletos. Província de São Nicolau de Tolentino. Paseo de la Habana, 167. 28036 -Madrid, Espanha. Fone: 913 453 460. CIF: R-2800087-E. Inscrita no Registro de Entidades Religiosas do Ministério de Justiça, número 1398-a-SE/B. Política de privacidade.
Busca.