español português english email
Índice
Missionários por necessidade
Missionários por Lei

Missionários por herança
Século XIX
Século XX

Missionários hoje
Zonas missionárias
Diocese de Shangqiu (Henan, República Popular da China)

Ministérios missionários

Logotipo da celebração dos 400 anos de presença dos Agostinianos Recoletos em Filipinas, no ano 2006.




Igrejas e arquitetura defensiva construídos pelos Agostinianos Recoletos na ilha de Negros, Filipinas.


No quintal onde encontrava-se o principal convento dos Agostinianos Recoletos dentro dos muros da antiga cidade de Manila até a II Guerra Mundial, hoje encontra-se a sede de um importante jornal filipino.
Missionários por herança: As três etapas das missões agostiniano-recoleta
Filipinas, o sobrenome da Província de São Nicolau
Até metade do século XX, a Província de São Nicolau de Tolentino tinha no seu nome não somente o santo protetor italiano, mas acrescentava o sobrenome: “das Ilhas Filipinas”. A importância das missões filipinas na Província tem sido tal, que o que foi construído durante três séculos, converteu-se em 1998, numa nova e forte Província Recoleta, a de Santo Ezequiel Moreno, formada por uma centena de religiosos e 19 comunidades, distribuídas por todo o país, mais as missões de Taiwan e Serra Leoa.

No dia 12 de julho de 1605, os primeiros missionários recoletos saíram de Sanlúcar de Barrameda (Cádiz, Espanha) rumo a Veracruz (México). Junto aos religiosos iam os primeiros exemplares do Quixote que cruzaram o Atlântico. Os 2.000 missionários recoletos que foram a Filipinas, entre 1605 e a primeira metade do século XX, na sua maioria, nunca mais voltaram a ver sua terra e nem a sua família.

Naquele ano de 1606 os recoletos tiveram que cruzar o Atlântico até Veracruz, passar de lado a lado, o continente até Acapulco e de lá navegar todo o Pacífico. A linha regular entre Acapulco e Manila durou 250 anos, entre 1565 e 1815, no Galeão de Manila. Demorava três meses desde o México até as Filipinas, cinco em sentido contrário.

Naquela viagem também aconteceu o primeiro óbito de um missionário recoleto fora de Espanha. Foi Andrés de São Nicolau, que não superou uma doença que levou a vida de mais de 40 passageiros da expedição, no meio do Pacífico.

Os recoletos contribuíram a forjar a nação filipina, o único país asiático maioritariamente cristão. Mais de uma centena perderam a vida de modo violento. Entre duas e três dezenas morreram de fome, e outros tantos pereceram em alagações. No século XVIII a média de vida dos missionários não chegava aos 45 anos.

Mais numerosos foram os que sofreram alterações psicológicas, por causa da solidão, do clima ou da pouca alimentação e os que foram capturados por piratas “muçulmanos”. Outros viveram em perpétuo conflito, abandonados pelo governo, longe de seus irmãos e obrigados a buscar refúgio nas montanhas ou perambular em busca de comida.

Estas repetidas desgraças sensibilizaram as entranhas da Ordem, que não deixou nunca de proteger os seus missionários com os meios ao seu alcance. Rara vez deu-se entrada ao desânimo e, menos ainda, ouvida a quem aconselhava a retirada.

Aos esforços destes missionários, devem sua existência e primeira organização, cidades como Butuán, Cagayán de Oro, Surigao, Tandag, Alamitos, Iba, Calapán, Romblón, Caloocan, Imus, Las Piñas, Bagac, Bolinao, Cuyo, Gigaquit, Mobo, Moroni, Nauján, Súbic, Taytay e muitas outras cidades menores.

Por todas as partes erigiram fraternidades seculares, nas quais os membros foram seus colaboradores mais próximos. Com sua vida abriram um canal, seguido no passado, pelos melhores missionários e do qual ainda podem servir-se os atuais.




Engenharia defensiva e religiosa dos Agostinianos Recoletos nas Filipinas. Igreja e fortaleza de Agutaya, Palawan, Filipinas.




Engenharia defensiva e religiosa dos Agostinianos Recoletos nas Filipinas. Igreja e fortaleza de Cebú, Filipinas.



Mapa Butuan


Ver mapa maior


Mapa Cagayan de Oro


Ver mapa maior


Mapa Surigao


Ver mapa maior


Mapa Tandag


Ver mapa maior


Mapa Iba


Ver mapa maior


Mapa Calapán


Ver mapa maior


Mapa Romblón


Ver mapa maior


Mapa Caloocan


Ver mapa maior


Mapa Imus


Ver mapa maior



Mapa Las Piñas


Ver mapa maior


Mapa Bagac


Ver mapa maior


Mapa Bolinao


Ver mapa maior


Mapa Cuyo


Ver mapa maior


Mapa Gigaquit


Ver mapa maior


Mapa Mobo


Ver mapa maior


Mapa Nauján


Ver mapa maior


Mapa Súbic


Ver mapa maior


Mapa Taytay


Ver mapa maior





E você, o que acha?

menu portada noticias reportajes agenda documentos nosotros material gráfico misiones escribenos intranet Entra y verás
Agostinianos Recoletos. Província de São Nicolau de Tolentino. Paseo de la Habana, 167. 28036 -Madrid, Espanha. Fone: 913 453 460. CIF: R-2800087-E. Inscrita no Registro de Entidades Religiosas do Ministério de Justiça, número 1398-a-SE/B. Política de privacidade.
Busca.