espaol portugus english email
Lábrea viveu a primeira cerimônia de Profissão Solene de sua historia e acompanha o frei Ivanderlei Ribeiro em sua incorporação definitiva à Ordem


Lábrea viveu a primeira cerimônia de Profissão Solene de sua historia e acompanha o frei Ivanderlei Ribeiro em sua incorporação definitiva à Ordem
09-10-2017 Brasil
Dia 30 de setembro passado, sábado, a catedral sede da Prelazia de Lábrea (Amazonas, Brasil) foi o cenário de uma cerimônia especial: Pela primeira vez na historia, após 92 anos de caminhada conjunta entre a Ordem dos Agostinianos Recoletos e este povo amazonense, aconteceu a profissão solene de Francisco Ivanderlei Ribeiro (Croatá, Ceará, Brasil, 1975) e sua incorporação definitiva à Ordem de Agostinianos Recoletos.
Mesmo que a seca vocacional para a vida sacerdotal e vida consagrada masculina tenha sido uma característica da presença da Igreja Católica em Lábrea (Amazonas, Brasil), o povo católico teve a oportunidade de participar pela primeira vez na historia, e com entusiasmo, numa cerimônia de Profissão Solene de um religioso, que significa a emissão dos votos perpétuos e a acolhida e incorporação definitiva de um novo membro da Ordem religiosa.

O agostiniano recoleto Francisco Ivanderlei Ribeiro (Croatá, Ceará, Brasil, 1975, 42 anos) celebrou sua profissão solene, sábado 30 de setembro, na catedral de Lábrea. O bispo desta Prelazia amazônica, o agostiniano recoleto Santiago Sánchez, presidiu a eucaristia, ao mesmo tempo em que José García, prior da comunidade local e delegado da Província de São Nicolau de Tolentino da Ordem dos Agostinianos Recoletos em Brasil, recebeu a consagração frei Ivanderlei e o acolheu de forma definitiva nesta ordem religiosa por delegação do prior provincial.

A cerimônia foi bem preparada com antecedência. Estavam presentes as comunidades religiosas do lugar, incluindo a Família Agostiniano-Recoleta (Agostinianos Recoletos e Missionárias Agostinianas Recoletas); coordenadores e representantes das comunidades de base da cidade; ministros, leitores, coroinhas, equipe de cantos e um nutrido grupo de fieis.

Todos tinham a melhor disposição para participar de um momento privilegiado de experiência religiosa comunitária, de uma cerimônia histórica na Prelazia e do apoio, com sua oração, companhia e carinho, ao próprio Ivanderlei, que assim mostrava publicamente ao povo, com o que dia a dia trabalha, sua decisão de consagrar-se ao Senhor para toda a vida como religioso agostiniano recoleto.

A peculiaridade dos ritos, austeros, mas repletos de significado, ajudavam a manter viva a atenção: lugar destacado do professo; petição pública de ingresso; prostração por terra e canto da ladainha dos santos; proclamação pública dos votos perpétuos de castidade, pobreza e obediência; assinatura do compromisso no livro de profissões; aceitação do superior e abraço de acolhida da comunidade de consagrados.

Terminada a cerimônia, se preparou um momento de confraternização na escola de Santo Agostinho, onde foram convidados todos os participantes. Com alegria, cantos, parabéns e bolo, todos compartilharam um pouco mais do carisma agostiniano recoleto e felicitaram ao neoprofesso.

Itárica Zandonadi, Missionária Agostiniana Recoleta, preparou um imenso bolo enfeitado com o escudo da Ordem dos Agostinianos Recoletos. Ivanderlei, faca e pala na mão, deu o primeiro corte acompanhado pelo canto dos “Parabéns”. Foi um momento simples, mas de enorme transcendência e significado para o novo professo, para a Família Agostiniano-Recoleta na missão de Lábrea e para o povo, que por primeira vez participou de uma cerimônia desse estilo depois de quase uma centena de anos compartilhando vida e missão com religiosos recoletos.

Frei Ivanderlei Ribeiro chegou a Lábrea (Amazonas, Brasil) em 2016, o qual não impede que seja muito conhecido, devido, em parte, que assumiu a responsabilidade de acompanhar o trabalho educativo e social do Centro Esperança, onde centenas de adolescentes e uma importante equipe de monitores e educadores passam grande parte da jornada. Também tem estado comprometido em diferentes serviços pastorais.

Procedente da região nordestina de Ceará, sua inserção na cultura amazonense tem sido rápida; além de compartilhar nacionalidade língua com os habitantes do Amazonas, a marca nordestina nesta parte do Brasil é importante devido a que foram gerações de nordestinos os que desde princípios do século XX até os anos de 1945 chegaram à região para a exploração da seringa.

Muitos dos habitantes da missão de Lábrea tiveram avós ou pais cearenses, e muitas das pequenas comunidades rurais situadas nas beiras dos rios amazonenses têm nomes de municípios nordestinos.

Durante o mês de julho, Ivanderlei participou no curso especial de preparação para a profissão solene em Monachil (Granada, Espanha). Agora se abre o caminho para as ordens sagradas, primeiro o diaconato, que receberá nos primeiros dias de dezembro e, mas adiante o presbiterado.


E você, o que acha?

menu portada noticias reportajes agenda documentos nosotros material gráfico misiones escribenos intranet Entra y verás
Agostinianos Recoletos. Província de São Nicolau de Tolentino. Paseo de la Habana, 167. 28036 -Madrid, Espanha. Fone: 913 453 460. CIF: R-2800087-E. Inscrita no Registro de Entidades Religiosas do Ministério de Justiça, número 1398-a-SE/B. Política de privacidade.
Busca.