espaol portugus english email
Francisco Edimilson Neves, novo bispo de Tianguá (Ceará, Brasil)


Francisco Edimilson Neves, novo bispo de Tianguá (Ceará, Brasil)
19-02-2017 Brasil
Após a renúncia do agostiniano recoleto, Francisco Javier Hernández como bispo da Diocese de Tianguá, a Santa Sé acaba de nomear, no dia 15 de fevereiro, o novo bispo desta diocese brasileira, criada em 1971. Padre Francisco Edimilson procede do clero diocesano da vizinha Diocese de Crato e é o primeiro bispo que surge do clero daquela Diocese.
No dia 15 de fevereiro passado, o Papa Francisco nomeou o sacerdote diocesano Francisco Edimilson Neves Ferreira como novo bispo da Diocese de Tianguá, no Estado do Ceará, no nordeste do Brasil. O novo bispo irá a substituir ao agostiniano recoleto Francisco Javier Hernández, que estava à frente desta diocese desde 1991.

Atualmente, o novo prelado exerce de pároco da Catedral e consultor na sua Diocese de Crato (Ceará). É natural de Jardim (Ceará, Brasil), onde nasceu em 1969 (47 anos de idade).

Após ingressar no seminário de Crato e estudar Filosofia e Teologia no Seminário Regional de Fortaleza (capital do Estado de Ceará), foi ordenado sacerdote em 1997. É licenciado em Filosofia pela Universidade Estatal do Ceará.

Durante seu serviço ao Povo de Deus até hoje, Edimilson tem sido pároco, professor, diretor espiritual do Seminário de Crato, coordenador diocesano de Pastoral durante 14 anos e gerente da Fundação Padre Ibiapina. Também, é membro do Instituto Cultural do Cariri.

Territorialmente, a Diocese de Tianguá abarca treze municípios do Estado de Ceará, situados ao longo da Serra Grande de Ibiapaba e do litoral norte: Tianguá, Viçosa do Ceará, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Carnaubal, Guaraciaba do Norte, Croatá e Graça. São 17 paróquias, cinco áreas missionárias e duas áreas pastorais.

A Família Agostiniano-Recoleta tem duas comunidades na diocese. Uma dos Agostinianos Recoletos da Província de São Nicolau de Tolentino, que atende a paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres de Guaraciaba do Norte e um aspirantado chamado Santo Ambrosio; a outra comunidade é das Agostinianas Recoletas, as monjas que tem seu Mosteiro de Nossa Senhora de Guadalupe na área rural desse mesmo município e paróquia de Guaraciaba.

A Diocese de Tianguá foi erigida oficialmente o 22 de agosto de 1972. Seu primeiro bispo foi o franciscano capuchinho, Timóteo Francisco Nemésio Cordeiro, quem a administrou até seu falecimento em 1990.

Seu segundo bispo foi o agostiniano recoleto Francisco Javier Hernández Arnedo, que apresentou sua renúncia em 2016. Com motivo de seu vigésimo aniversário como bispo, AgustinosRecoletos.org publicou um extenso reportagem sobre sua figura e trabalho.

Mais recentemente, com motivo de apresentação de sua renúncia tal como pede o Direito Canônico, ao completar 75 anos de idade, foi publicada uma nova entrevista em quatro partes que servem de agradecimento reconhecimento a seu serviço ao Povo de Deus durante todos estes anos em Tianguá:

Parte 1: Fim de uma etapa.

Parte 2: A Igreja em Tianguá como uma comunidade integradora.

Parte 3: Educação, desenvolvimento social, política e crise.

Parte 4: A Igreja de Tianguá no contexto da Igreja Universal, e o seu futuro.


E você, o que acha?

menu portada noticias reportajes agenda documentos nosotros material gráfico misiones escribenos intranet Entra y verás
Agostinianos Recoletos. Província de São Nicolau de Tolentino. Paseo de la Habana, 167. 28036 -Madrid, Espanha. Fone: 913 453 460. CIF: R-2800087-E. Inscrita no Registro de Entidades Religiosas do Ministério de Justiça, número 1398-a-SE/B. Política de privacidade.
Busca.